domingo, 4 de abril de 2010

O QUE É A INTELIGÊNCIA HUMANA


     A inteligência humana não significa apenas uma representação de alguma atividade humana ou a capacidade de executa - lá. É um conceito amplo e diverso que abrange não apenas a mente humana, mais toda a estrutura corporal e cognitiva do ser humano. De uma forma bem simples e rápida, inteligência é um conjunto de sub-inteligências que é dividido de acordo com cada tipo de atividade humana. Mas o que seria sub-inteligência?
     Sub-inteligência é a capacidade do ser humano em realizar uma determinada atividade, envolvendo tanto a parte física como a cognitiva. Existe nove tipos de sub-inteligência: espacial, lingüística, musical, lógico-matemático, corporal, intrapessoal, interpessoal, existencial e a naturalista. Todos os seres humanos possuem essas sub-inteligências, porém umas são mais desenvolvidas em uns do que em outros. Esses tipos de inteligência que estamos abordando aqui como sub-inteligência, foram criadas a partir da teoria das inteligências múltiplas desenvolvida por uma equipe de pesquisadores da universidade de Havard liderada pelo psicólogo Howard Gardner.
     A sub-inteligência espacial é a capacidade humana de compreender o espaço ao seu redor de forma minuciosa, ou seja, é compreender de forma detalhada o mundo visual de acordo com as suas dimensões. É mais desenvolvida em arquitetos, escultores, desenhistas e etc.
     A sub-inteligência lingüística é a capacidade do ser humano em falar e escrever através da representação das coisas feita por códigos (escrita e oralidade). É mais desenvolvida em pessoas que possuem uma relação mais íntima com a língua, como escritores, poetas e etc.
     A sub-inteligência musical é a capacidade do ser humano em criar e compreender a música através da habilidade de tocar um instrumento, de compor canções e de entender as variações dos sons. É mais desenvolvida em músicos, compositores e dançarinos.
     A sub-inteligência lógica-matemática é a capacidade do ser humano em solucionar problemas que envolvam operações matemáticas, questões lógicas e científicas. É mais desenvolvida em engenheiros, matemáticos, programadores, cientistas, físicos e etc.
     A sub-inteligência corporal é a capacidade do ser humano em fazer manobras utilizando o seu próprio corpo, como dançar e praticar esporte. É mais desenvolvida em Dançarinos, esportistas, contorcionistas e etc.
     A sub-inteligência intrapessoal é a capacidade do ser humano em se conhecer, ou seja, de obter controle sobre suas emoções, estímulos e pensamentos conhecendo assim os seus próprios limites. É mais desenvolvida em pessoas disciplinadas e em conselheiros.
     A sub-inteligência interpessoal é a capacidade do ser humano de conhecer os outros, através da habilidade de identificar as intenções, os desejos e as motivações de terceiros. É mais desenvolvida em políticos, religiosos, professores e etc.
     A sub-inteligência existencial é a capacidade do ser humano de reflexão sobre assuntos fundamentais a respeito de sua existência. Assuntos como o aquecimento global, o meio ambiente a escassez da água, a fome e etc. É mais desenvolvido em ambientalistas, humanitários e etc.
     A sub-inteligência naturalista é a capacidade do ser humano de compreender os fenômenos naturais e organizá-los de acordo com um padrão estabelecido. É mais desenvolvida em meteorologistas, paisagistas, ambientalistas e etc.
     O conjunto dos nove tipos de sub-inteligência forma o conceito de inteligência humana e estabelece a sua grande amplitude que abrange além da mente e da cognição, a capacidade motora, o físico, as emoções e as relações humanas.

Henrique Freitas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário